A Beleza e a Mensagem de cada Lugar...

separator

A cada lugar que vamos, gostamos de saber e sentir o que aquele lugar tem para nos dizer...
O que nos transmite?
Porque importa?

 

Cada lugar que visitamos tem uma atmosfera e história associadas… É como uma assinatura energética que resulta do que ali aconteceu ao longo do tempo, das eras, e da atmosfera do próprio lugar…

É um facto que muitos de nós se identificam mais com determinados lugares do que com outros, e também que estes lugares mudam, por vezes, em função das diferentes alturas das nossas vidas e do apelo interior que sentimos…

O que nos atrai num lugar, quando decidimos lá ir? É a história do que ali aconteceu? É a profundidade e a mística do simbolismo? Serão as lendas associadas que alimentam a imaginação e a alma? A benevolência restauradora da natureza ali presente? O carisma sagrado de um monumento? O que vamos lá “buscar”? Inspiração? Silêncio? Alegria? Diversão? Conexão? Conhecimento? Propósito?…

São tantas as linguagens do mundo, e com as quais este comunica connosco… mensagens que lemos, mensagens que ouvimos, o que vemos, o que sentimos… dos símbolos que nos transmitem ideias e emoções, até ao que o coração nos diz que é verdade, mesmo que a mente não saiba… à curiosidade da descoberta e vontade de mais saber, porque sim… O que nos move nem sempre é visível ou perceptível.

E o que sentimos num lugar, assim que lá chegamos?

 

O lugar recebe-nos? Sentimo-nos bem-vindos? A natureza acolhe-nos? A energia do local faz-nos fechar os olhos em tranquilidade, sorrir ou ficar animados? Desperta o sagrado em nós e o respeito pelas eras de história que nos precedem? Qual o poder daquele lugar, que vamos lá buscar?

Pois a cada lugar que vamos sintamos por um momento, numa cumplicidade entre nós e aquele local, qual a sensação que nos transmite e se essa sensação pode ter um nome: pode ser alegria, pode ser respeito, pode ser conexão, inspiração, euforia, ou a sensação de uma lembrança… algo mais que não conseguimos identificar, pois não chega à mente, e fica-se pela alma. Há lugares assim… Guardemos esse momento e sintamos a gratidão pelo que recebemos. Nenhum lugar é igual a outro e cada um de nós é único em si e na forma de sentir e viver o mundo. Talvez lá voltemos ou não, mas aquele momento é nosso e fará parte da nossa vida e da vida daquele lugar.

Esta é uma troca. A beleza e a mensagem de cada lugar são uma troca. Entre a energia que recebemos, sentimos e levamos connosco, e aquela que lá deixamos…

Pois que seja boa, muito boa, positiva e construtiva.

 

E assim, conscientemente, também nós com aquele momento, contribuímos ativa e positivamente para a atmosfera daquele lugar. Depois de nós, muitos outros virão e também eles sentirão a energia do momento que nós lá deixámos…pois que seja boa, muito boa, positiva e construtiva…!

Ver também: